Antes
de qualquer coisa, temos que ter em mente que o objetivo final de toda
estratégia de marketing é aumentar as vendas de determinado produto. 

O
marketing possui estratégias específicas para nos atingir como consumidores –
muitas delas bem evidentes, entre as quais podemos citar as conexões com a
infância, os animais fofinhos, a sensualidade, a beleza, o poder, a
superstição, os sonhos. 

Use e abuse do marketing para vender mais

Antes de qualquer coisa, temos que ter em mente que o objetivo final de toda estratégia de marketing é aumentar as vendas de determinado produto.

O marketing possui estratégias específicas para nos atingir como consumidores – muitas delas bem evidentes, entre as quais podemos citar as conexões com a infância, os animais fofinhos, a sensualidade, a beleza, o poder, a superstição, os sonhos. 

O marketing, que antes era feito por meio de rádio, jornais, folhetos, cartazes, comerciais de televisão e anúncios em revistas, hoje conta com uma nova rede de comunicação: a internet, que inclui o uso de emails, blogs, sites e grupos sociais para divulgação, além da nova moda de usar produtos de marca como acessórios cenográficos de filmes, seriados e novelas.

Quem nunca teve a atenção despertada por palavras em rótulos, embalagens ou até comerciais:

# Novo!

# 50 por cento de desconto!

# Leve 3, pague 2!

# Grátis!

# Últimos dias!

# Edição Limitada!

Sejamos sinceros: sempre damos pelo menos uma conferida só para saber do que se trata. Afinal de contas, somos curiosos por natureza, e pode ser que estejamos deixando passar algo realmente imperdível ou incrível.

Essa é uma estratégia que quase todas as marcas utilizam e que costuma dar bons resultados por algum tempo. Além disso, somos impulsivos também: temos que tomar decisões rápidas no dia a dia, e 50? nossas escolhas são feitas de maneira espontânea.

Outra estratégia que funciona é o tal “99 centavos” no preço do produto: muitas pessoas caem nessa cilada, iludidas de que estão comprando um produto mais barato que o seu valor real.

No que diz respeito a apelos visuais, não posso deixar de comentar sobre a importância das cores. Os profissionais de marketing sabem que as cores fortes, como o vermelho e o amarelo, chamam mais a nossa atenção que outras.


Leia Também:  Como Revender Roupas Sem Precisar Ter Estoques


Estratégia Inteligente

As campanhas publicitárias da Master Card se popularizaram pela sua originalidade:

‘Existem coisas que o dinheiro não compra. Para todas as outras existe MasterCard”.

Essa linha de propagandas “Não tem preço” teve o simples objetivo de mexer com a nossa emoção e, assim, de forma quase sutil, estimular o uso do cartão de crédito na concretização de nossos sonhos.

De fato, as campanhas foram bastante eficazes, caíram no gosto popular, tornaram-se um sucesso mundial e alavancaram substancialmente o uso do cartão. Passamos a acreditar que o consumo pode nos ajudar não só a realizar nossos sonhos de consumo, mas também fornece as bases para vivenciar tudo aquilo que o dinheiro não compra.


Leia Também:  Atender bem seu cliente para vender mais


Estratégia do mistério

Somos curiosos natos, e o mistério é provocante, dá um ar de suspense, nos faz pensar. Essa é mais uma característica que nos atrai tal como um inseto ao redor da lâmpada.

A propaganda dos biscoitos Tostines, com a frase indagadora “Tostines vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais? Qual será o segredo de Tostines?”, enche-nos de curiosidade. Todo mundo curte uma charada, e saber a resposta dela antes dos outros tem um sabor especial.


Leia Também:  Como Revender Roupas Sem Precisar Ter Estoques


Estratégia da Tradição

Quantas lojas, restaurantes, farmácias, prestadoras de serviço e fabricantes fazem questão de colocar nos letreiros e nos produtos as palavras “desde o ano tal”? A tradição de uma marca ou de um fabricante demonstra credibilidade aos seus clientes, pois, se está há cinquenta anos no mercado, por exemplo, deve ter seu valor – do contrário, já teria falido.

Ou seja, quem tem qualidade e tradição não precisa investir em persuasão; apenas em divulgação. Lembra do marketing da marca Bohemia (cerveja) que estampou no rótulo a frase: “A primeira cerveja do Brasil, desde 1853”.

Lembrou de outras estratégias de marketing? Comente aqui.

Agora é com você. Pense em todas essas estratégias e escolha a sua. Use e abuse do marketing para vender mais.

  • Compartilhar:

Categoria: , Négocios

Data: 13/03/2019 21:55:17

Autor: Sandra Santos